Ideias para Debate

Thursday, March 31, 2005

Carta do Mia Couto

Em resposta ao texto de Patricio Langa recebi a seguinte carta de Mia Couto:

Caro Patricio Langa

Foi um grande estímulo ter encontrado a sua resposta, os seus comentários a um texto meu. A qualidade da sua argumentação e a sua postura cordial foram um motivo de alegria, uma espécie de benção e de bálsamo. Não o conheço mas fiquei conhecendo o seu poder de argumentação e a elevada atitude sua num debate de ideias.

Sobre os comentários tecidos eu acho que pensamos de forma convergente. As suas observações são pertinentes e eu só posso dizer que tem toda a razão. Como deve entender o formato da minha intervenção com um tempo marcado não permitiu que eu pudesse desenvolver cada um dos “sapatos” da melhor maneira. Não serve isto de escusa ou defesa. As suas questões, afinal, me alertam para alguma incongruência na defesa daquilo que é tido como “de raiz” moçambicana e os pressupostos que a cultura não é comparável a uma árvore que dispõe de raízes naturais. Nisso estamos absolutamente de acordo. Na verdade, o que eu questionei não foi o vestido de gala, a valsa ou as grinaldas. Nem a absorção de modelos. Toda a cultura é produto dessas operações de import-export. O que me preocupa é uma certa incapacidade de produzirmos cruzamentos e mestiçagens por causa da hegemonia concedida a um tipo de cultura americanizada. Só isto.

Agradeço-lhe, caro Patrício, o alerta. E congratulo-o pela qualidade do seu texto. Atrevo-me mesmo a pedir-lhe que nos conceda mais. O nosso ambiente intelectual ficará certamente mais rico se o Patrício retirar da sua gaveta outros textos de intervenção que nos ajudem a pensar e a pensarmo-nos.

Um abraço

Mia Couto

5 Comments:

Post a Comment

<< Home